Lançamento chegando… Estações em Poesia

capa3d

Prezados amigos e  seguidores.

Estive muito afastada do blog. Por poucas vezes visitei algum de vocês.

Eu estava na produção do meu mais novo livro. “Estações em poesia” . Nesse projeto estão os 53 poemas mais infantis deste blog. O cotidiano com o passar do tempo: da infância à idade madura e a transição para um recomeço.

Feito com muito carinho pela Editora Oito e Meio e o carinho da editora e publisher Flávia Iriarte. Estou muito feliz. Em breve será o lançamento. (Acredito que ainda em março).

Um abraço a todos que me incentivaram com curtidas e mensagens carinhosas. Vocês foram os meus primeiros leitores e por isso o trabalho evoluiu.

Obrigada.

Aparecida Dias

 

Anúncios

Aquarela de lembranças

bau

Encontro-te quando reviro as folhas amarelas dos meus sonhos

O tempo preservou todas as emoções:

Aquarela colorida, risos soltos

Brincadeiras de infância.

E no baú de lembranças, há um papel dobrado

Um  nome…

O amor que ficou guardado

Bebeu da fonte da saudade

Chorou uma dor desconhecida

Alimentou – se de esperança

E dançou no ritmo da vida

Quando o vento toca os meus sonhos

E embaralham –me os pensamentos

Vejo-te a sorrir

E tu sorris para mim.

Convido-te a dançar

Vem comigo!

Nessa valsa… Nesse tango…

Nesse sorriso.

Somos levados no mesmo passo, dentro de um  abraço

De volta ao sonho  imaculado.

Enchente

 

navegarepreciso

O rio cresceu

cobriu a ponte

engoliu a pinguela

trepou na árvore

fechou o caminho.

O rio veio de mansinho

abriu os braços

correu apressado com medo da chuva

Lavou o bananal

Deitou água no arrozal

Parece o mar.

Pego o jornal

faço meu barco

e começo a remar

Sou capitão

Sou marinheiro

Sou pirata aventureiro

a piratear

O rio é meu

E brinca contente

Na chuva de verão

Com água de enchente!

(Aparecida Dias)