Pulsante

chuva

 

Hoje, meu anjo brincou de hidroperaltice

Peneirou água no meu coração

E fez chover, nos meus olhos, a saudade do teu olhar

Lavou a tristeza teimosa e chorosa

Que inventou de fazer ninho

Nas frestas rasgadas do meu peito

 

Fecha, anjo molhado, essa porta

deita fora essa chave

Pois é o único jeito

Acalma essa tonta

E sai de mansinho

Deixa costurado e remendado

Esse coração se refazer sozinho

 

Mas antes da partida

Sobra bem leve

Porque beijo de anjo

Cura ferida.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pulsante

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s