Nasce o professor

apdot

feliz-dia-do-professor

Certa vez, Deus despiu-se de sua santidade

E desceu à Terra feito sopro de vento

Ora em forma de borboleta pelos campos a voar

Ora como um brinquedo de menino, pipa de papel a voar.

Visitou cada aldeia, vilas, ruelas e rios.

Pousou em todos os corações.

Falou língua de gente e de bicho

Foi num tempo em que ninguém desenhar as letras sabia

E as gentes daquele tempo rodeavam-se a conversar ao fim do dia

Jovens, crianças e anciãos

Desenhavam ao vento, riscavam o chão…

Deus, feito homem moço

Viu e ouviu aquele jeito  de ensinar

E botou no pensamento uma ideia de fazer gosto:

Juntou a dança das borboletas em ramos de flor

A melodia dos passarinhos

A luz do sol

A essência do amor

A doçura de uma mãe

E o conhecimento  de um sábio

Colocou tudo isso num pote mágico, numa pequena barca a velas,

E…

Ver o post original 84 mais palavras