Algazarra

meu-jardim-flor-do-pessegueiro-02-colc3b4nia-farias-colombo-pr2

Chuva de cores  no meio do pomar

Róseas flores nos pessegueiros

Em breve os galhos pesados e verdes

Com fruta carnuda beijam o chão.

Um riso peneirado  se espalha no quintal

E busca mais risos na tarde encantada.

E já são tantos risos com gosto de fruta

que não se sabe ao certo o que faz a meninada

Abundância de verde, de doce e de mel

No meio  do vento, tão perto do céu

Carinhas sapecas gritam assanhadas

a subirem nos troncos e galhas vergadas.

Brincam de esconde-esconde com o sol

Até que o astro, atrás da montanha

Aquieta apagado com certa magia

Cansadas de brincar

e saciadas de alegria

Retornam ao abraço de taipa no fim do dia.

Sonham com a noite de lua cheia

Sobre os pessegueiros

a brincar com as estrelas.

Aparecida Dias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s