Adolescer

roda gigante

Aqueles sonhos distantes

movidos em descompasso

Levam -te  a brincar escondida

Na leveza dos miúdos passos…

Roda gigante…

pequena criança afoita a brincar

Menina-moça quase a apaixonar-se.

No parque da vida sempre a rodar

Roda gigante

Roda rodante

Sonho vagante…

Pobre menina, sempre a chorar.

Aqueles sonhos distantes

Conflitos constantes:

Brincar ou amar?

Coração distraído

fica perdido na roda a brincar.

Coração abatido

perdido na roda quer apaixonar.

E a roda girante continua a rodar.

Sonhos de menina

Tão distantes e tão perto

Tão difusos e tão certos

Baralham  todas as fantasias

e  acolhe o abraço.

Adolescer…

Doces e confusos desejos,

quem os há de compreender?

 

Aparecida Dias

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Adolescer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s