Carícias 2

Todas as carícias que acalmam minha alma cabem nas tuas mãos

E tu, carinhosamente, partilhas esse amor

a deixá-las escorrerem  livres: doce sereno em pétala de flor.

Sou flor madrugadeira  ardente em desejo

Sedenta de carícias sob os lençóis

Busco teus beijos  que nascem  ansiosos em lábios de mel

A noite nos abraça e apequena nesse instante

A reduzir o tempo  reservado para nós

Toma-me nos teus braços, pois meu coração pulsa desordenadamente  e me faz ofegante

Despe-me  das minhas vestes e envolve-me no teu corpo

Quero tuas carícias em pele nua

Afasta os meus medos e faz-me inteiramente tua

Afaga-me os  cabelos enquanto deslizo o teu corpo sob os meus dedos

Apossa -te  desta for e dentro de mim borbulhas ardentemente

A deliciar no intenso prazer

Deixamo-nos ficar neste calor

Banhados no mesmo suor

E embriagados do mesmo amor.

Aparecida Dias

Anúncios

4 pensamentos sobre “Carícias 2

  1. Olá Aparecida, esteja bem. Grata pelas suas tão preciosas e precisas palavras. Palavras que voam em redes que não as atam, apenas servem-lhe de suporte para fruir. Vamos conversando e trocando “escrevinhações”, amo quem escreve e ousa na palavra alar-se … Um fraterno abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s