Os segredos teus

Bebi no mesmo  copo que bebeste

Só pra adivinhar  os segredos teus

Sorvi as sobras do vinho

Demorei a taça no meu beijo

Beijei cada gota

Vagarosamente…

E enquanto beijava adentrei os teus pensamentos

Em silêncio passeei teu coração

E vi todos os teus sonhos

Cuidadosamente desenhados.

Como entendedora de desenhador

Botei olhos nos traçados

Pude ver meu nome gravado

Num desenho delicado

A suavidade do desenho tem meu  jeito de mulher menina

Parei a olhar a taça

Entre o beijo e o teu olhar

Corei a face pensando que tu também estavas a me adivinhar

Teus olhos faceiros

Entenderam esse feitiço

E riu-se de mim.

Tomou-me pelas mãos sem receio

De teres sido apanhado assim.

Aparecida Dias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s