Despedida

Dentro do longo beijo de despedida

Fica o sabor salgado dos olhos molhados

A vontade de abraçar-te por mais um tempo

E morar neste abraço

Que me acalenta.

Ao despedir-me de ti, fecho os olhos pra não ver

Os meus tristes olhos refletidos nos teus.

As minhas mãos entre as tuas entrelaçadas

Parecem sem forças para desatar

Meu corpo inteiro tende a ficar.

Eu vou?

Sim. Eu tenho de ir.

Levo um pouco de ti

E deixo-te um parte  de mim.

Aparecida Dias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s