E se não existe amor

Disseram-me que não posso amar

que o meu querer tem de acabar.

Espada afiada  decepou-me as palavras

Emudeci… Não teve jeito.

Quero gritar

quero chorar

quero rasgar o meu peito

e arrancar lá de dentro

o amor que não pode ter morada neste lugar.

Quero tirar quem não deseja lá estar.

Quero sangrar…

Talvez com tamanha dor eu possa renascer

Mas se mesmo assim eu continuar a sofrer

Quero morrer!

Pois não se vive sem esperança

Quero dormir o eterno sono

Onde terei apenas as boas lembranças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s