Carnaval

Quando as máscaras escondem a tristeza dos olhos que choram por ti

E o sorriso fizer-se presente nos lábios que tanto te beijaram

Não   perguntas o que se passa…

Lembra apenas que é carnaval…

A banda passa a tocar uma música alegre

Meu coração chora a saudade  de um sonho perdido

E o palhaço ri  na roda da rua enfeitada

Entre confetes e serpentinas douradas

Dançam alegres as fantasias engraçadas

Sustentadas por um corpo dançante

Meu olhar se perde no colorido do bloco carnavalesco

E não  ouço mais nada

Apenas o silêncio invade a minh’alma.

Vejo teu sorriso em meio a multidão

E por debaixo da máscara meus lábios arriscam  retribuir…

Não vês…

Não podes ver-me  a chorar ou sorrir

Estás distante e não sabes dos meus sonhos

Em meio a folia de carnaval.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s