Onde estás?

Onde estás?

Suave é a voz  que vem do coração

A acalmar um pensamento atribulado

Tantas são as dores da saudade

Que os olhos não conseguem se conter.

Lágrimas  na alma,

Lágrimas na face

Saudade que não se cala

Busca as lembranças.

Atravessa colinas, vales e desertos

Fala outras línguas

Transpõe fronteiras, adentra outros países

Entra em  terra de outros domínios

em sítios nunca dantes explorados…

Meu pensamento vai te encontrar

Onde estás?

Abraça-me, conforta-me

Tua voz me acalma o coração

Alivia a dor que a tua falta me faz

Minha boca busca teus beijos

Meu corpo se molha de desejos

Sou toda amor: corpo e alma

Deslizam juntas nossas mãos num toque suave de paixão.

O mesmo ar, o  mesmo cheiro, e essa calma

Que dá vida a quem ama.

Dorme…

Dorme messe abraço

Pois o sonho sempre traz quem o desejo chama.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s